top of page

Magia Ancestral

Quando iniciei meu caminho místico fui logo absorvida pelo incrível mundo das ordens iniciaticas, tanto as discretas quanto as secretas. Esse é um assunto que me interessa desde muito nova, um grupo seleto de pessoas que estuda assuntos esotéricos, cuja maioria das pessoas nunca nem se quer sonhou que existam. Conforme fui adentrando aos portais de determinada ordem fui me deparando com muitas práticas, horas de estudos e de idas ao templo, revisões, palestras e debates, tudo muito interessante, coisas que facilmente eu ficaria a debater e estudas durante muitas horas por dia, se não fosse o restante das minhas obrigações e coisas para fazer para ter uma vida confortável o suficiente para dar continuidade aos estudos que além de tempo exigem investimentos.


3 fotos de mulhers em ritual de consagração
Bruxa natural

Nos meios por onde caminho, os amigos que conquistei nos últimos anos costumam chamar a pessoas como eu de maneira carinhosa de Bruxa, sacerdotisa ou Magi...


Seja como for, nas últimas semanas me sinto mais realizada do que nunca em meus estudos e práticas, mais confiante do meu caminho, mais desperta talvez, e isso me inspirou a escrever uma carta aberta para todas as pessoas que estão com o pé nos portais do templo sobre o que é ser uma estudante de assuntos estéticos, o que é ser ocultista, ou como os antigos diriam, o que é ser uma bruxa:


Estar bruxa é antes de tudo assumir a responsabilidade pelos seus atos.

É ser totalmente livre para fazer o que quiser e ir onde quiser, mas também é ter disciplina para realizar estudos e práticas diárias.

Ser bruxa é abrir mão da segurança dos antigos julgamentos e pontos de vista para se lançar no novo.


É estar sempre disposta ao imprevisível que surge todos os dias com o nascer do sol, com o nascer da lua e com o nascer de cada estrela.

É estar comprometida com seu próprio caminho ascendente da alma.

É poder utilizar o conhecimento em favor de algo ou alguém sem que isso interfira no livre arbítrio, sem gerar karma, dor, prejuízos e sofrimentos a qualquer ser vivo ou instituição.

É a todo momento utilizar seus dons com sabedoria e colocá-los a serviço do todo.

É saber que o ser humano é bicho e em essência somos iguais a todos os seres vivos na natureza.

É fazer dançar os sons, os sonhos e as dores do mundo e trazer cura com ervas, toques, movimentos, mantras e sons.


Ser bruxa é ser a medicina para aqueles que a procuram no dia e na hora certa.

Estar bruxa é entender que nunca se é sabia o bastante, é ter humildade para aprender com as crianças diariamente é saber ouvi-las e ter paciência com os pequenos enquanto se honra com amor e compaixão aos mais velhos que ainda vivem em nosso meio e tem tanto para nós ensinar com suas histórias e experiências de vida.


É sacrificar uma parte da vida "normal" e mundana em prol do desenvolvimento espiritual.

Ser bruxa é ser uma pessoa normal que busca ser um ser humano melhor a cada dia e que com isso entrega para o mundo dos sentidos o que vem de dentro, realizando sonhos, escrevendo poesia, manifestando amor em formas diferentes de arte e assim fazendo magia.



Escrito por Camila Alves

Terapeuta Integrativa

Onironauta e Bruxa

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page