terapias-florais-de-bach.webp

FLORAIS DE BACH E SAIN GERMAIN

Atualmente as pessoas vêm buscando cada vez mais, formas simplificadas e não invasivas de tratamentos, através do consumo de medicamentos oriundos de produtos naturais, acreditando numa perspectiva naturalista de se fazer saúde.
No Brasil, as terapias complementares e integrativas como os medicamentos florais vêm se mostrado favoráveis como recursos terapêuticos efetivos, menos agressivos e economicamente mais acessíveis. E, ganham espaço dentro da medicina convencional através da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS (PNPIC), pela Portaria 97, em 03 de maio de 2006 e nº 1.600, de 17 de julho de 2006 do Ministério da Saúde. Você conhece medicamentos florais? Já usou algum medicamento floral? Vamos saber mais sobre os medicamentos florais e para que serve.

O que você aprenderá

A profissão de Terapeuta Floral é reconhecida como prática integrativa e complementar em saúde humana, recebendo o Código CNAE 8690-9/01 da CONCLA – Comissão Nacional de Classificação, portanto seu exercício é tido como livre. Porém, quando consideramos exercer atividade como Terapeuta Floral de forma segura e consciente, precisamos lembrar que é o profissional com formação adequada e que utiliza em sua abordagem as essências florais como meio de recuperar, manter e promover a saúde emocional dos indivíduos e seu trabalho é pautado na base teórica deixada pelo Dr. Edward Bach. O Terapeuta Floral, por meio da escuta atenta e empática, realiza a indicação das essências florais a fim de exercer com segurança, ética e transparência profissional um atendimento humanizado.

Como curso livre, a proposta do curso representa uma integração dos conhecimentos, instruindo de maneira informativa o aperfeiçoamento em Terapia Floral, unindo os florais de Bach e os florais de Saint Germain.

Você aprenderá sobre a história da Terapia Floral, vida e obra de Edward Bach assim como a historia de Neide Margonari, as bases do conhecimento científico que fundamentaram seu trabalho, sua visão sobre os conceitos de saúde e doença, o que são e como são preparadas as essências florais, seus mecanismos de atuação e um resumo de introdução às essências que compõem o Sistema Bach e Saint Germain.

Aprenderá sobre a Terapia Floral sob a ótica da promoção da saúde, seu reconhecimento no Brasil, quais são as possibilidades de atuação do terapeuta floral, através de uma visão ampliada dos contextos nos quais o terapeuta pode realizar o seu trabalho para tornar-se um profissional ativo na sociedade.

O curso desenvolve o aprofundamento sobre cada uma das  essências florais , ampliando e reforçando os conhecimentos acerca das flores e seu generoso campo de autoconhecimento e atuação terapêutica. 

Além destes conteúdos, o curso aborda o diagnóstico diferencial aplicado aos florais, por meio do ensino sobre quais são as pequenas, e, muitas vezes, sutis diferenças que existem entre as essências. Para este fim, são referidos os estados emocionais mais freqüentes em consultório (medo, tristeza, cansaço e apatia e hesitação) e, para cada um deles, são apresentadas essências florais que podem ajudar na saúde emocional.

Promove o aprofundamento e compreensão da relação da terapia floral e suas indicações sobre as emoções, sintomatologias, estilo de vida e impacto social do comportamento humano em diferentes fases da vida como a gestação, nascimento, infância, adolescência, vida adulta e senescência (envelhecimento). Você também aprenderá a reconhecer e lidar com os temas complexos que aparecem frequentemente nos atendimentos e, a princípio, são considerados como desafios frente aos conteúdos de teor delicado como preconceito, violência, sexualidade, perdas, luto, aborto e cuidados paliativos, estimulando a escuta atenta e acolhedora para exercer com segurança, ética e transparência profissional um atendimento humanizado com o uso dos florais.
O curso é extremamente dinamico e temos um contato de perto junto as flores e na propria turma fazemos a tintura mãe a cada aluno leva o estoque para casa para que façam as devidas diluições.